A DISFUNÇÃO SEXUAL E A DIABETES

A sexualidade é essencial para a sua autoestima e equilíbrio emocional.    
As dificuldades sexuais são relativamente frequentes e podem surgir em qualquer momento da vida. Por ser um assunto delicado, é frequente sentir-se dificuldade em abordar esta questão com os profissionais de saúde, mas a verdade é que são eles quem melhor pode ajudar a ultrapassar a questão.

Escolha um profissional de saúde com quem tenha mais à vontade e coloque-lhe todas as questões. 

E nada de pensar que com a sua idade, ou a sua doença, o assunto não tem solução!

O SILÊNCIO É O PIOR INIMIGO

A DISFUNÇÃO SEXUAL E A PESSOA COM DIABETES

Às vezes as dificuldades são passageiras e provocadas por doenças ocasionais, pelo consumo de determinados medicamentos ou pela suscetibilidade a situações de hipo e hiperglicemia.


Outras vezes podem ser de origem circulatória, neurológica ou hormonal. 

Finalmente, há ainda a considerar que o stress, alterações emocionais, depressão, baixa autoestima e o próprio receio de vir a ter complicações são as causas psicológicas mais frequentes para as dificuldades sexuais.


Nos homens, o transtorno sexual mais frequente que pode surgir a longo prazo devido à diabetes é a disfunção erétil (“impotência” ).


No caso da mulher pode surgir uma diminuição da lubrificação vaginal ou do desejo sexual.

O QUE FAZER?

O primeiro passo para enfrentar o problema passa pelo seu reconhecimento e por falar abertamente com o parceiro. Se a dificuldade persistir, opte então  por abordar a questão junto dos profissionais. 


Para o homem existem medicamentos que, com diversas formas de administração e tendo em conta cada caso, atuam sobre as terminações nervosas e/ou os vasos sanguíneos do órgão genital masculino, podendo assim conseguir uma ereção completa.

Na mulher, existem medidas e medicamentos que podem melhorar a satisfação durante as relações sexuais.

A abordagem dos problemas sexuais deve ser analisada individualmente. Se sente dificuldades, deve falar com os profissionais de saúde que o acompanham. Eles saberão analisar o seu caso individual e recomendar-lhe a solução mais adequada para si.

E lembre-se que a criatividade e a busca de novas sensações podem sempre enriquecer a sua vida sexual, quer esta apresente dificuldades ou não!

Nota: A informação contida nesta página é complementar das recomendações fornecidas pelos profissionais de saúde e em nenhuma situação as substitui.

2021_disfuncao-1.jpg
Clique nas capas para saber mais sobre a Diabetes
2021_diabetes-1.jpg
2021_diabetesT1-1.jpg
2021_diabetesT2-1.jpg
2021_adocantes-1.jpg
2021_gravidez-1.jpg
2021_hba1c-1.jpg
2021_hipoglicemia-1.jpg
2021_hidratos-1.jpg
2021_autocontrolo-1.jpg
2021_olhos-1.jpg
2021_cetonemia-1.jpg
2021_disfuncao-1.jpg
2021_pes-1.jpg